quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Bates Motel S1 - Gosto muito pra caraca ლ,ᔑ•ﺪ͟͠•ᔐ.ლ


Bem, eu não curto muito séries. Acho 45 minutos por episódio muita coisa, parece uma eternidade. Porém, às vezes encontro alguma série que me interessa, como Revenge, por exemplo, que dropei porque meus pais estavam vendo junto comigo e a época de exames tinha chegado. Resultado: meus pais passaram longe de mim e já terminaram a série. Enquanto eu estou no terceiro episódio ainda.

Eu acho que não nasci mesmo pra séries. Eu comecei a assistir AHS ano passado, adorei a primeira temporada e assisti tudo em um pouco mais de uma semana. Cheguei na segunda e... bem, não que eu tenha odiado Asylum, mas não me chamou atenção, assisto quando não tenho nada melhor pra fazer... No fim, eu só assisto séries que eu ame, não basta só gostar, tem que ter algo à mais, se não durmo nos 2700 segundos.

Bem, aí começamos a falar de Bates Motel. Uma história de uma família composta por uma mãe e um filho que planejam recomeçar a vida gerenciando um motel (nos EUA, motel = hotel) após a morte do chefe da família. Embora o setting pareça mais de filme de terror, Bates Motel apresenta foco no psicológico quebrado de seus personagens do que o negócio do motel. Bem que o motel só entra em ativa quase no final da temporada.

Quase todos os personagens podem ser considerados "quebrados". Norma é uma mãe louca, que pensa do filho como uma propriedade. Norman, o filho, tem dupla personalidade e é "meio" psicopata. 


Não esquecendo de comentar que Norman parece ter um penis de ouro. Bem estilo Kirito de SAO. Ele mal chegou na escola nova e tinha garotas atrás dele. Até a mais bonita da escola queria provar do chocolate do herdeiro da fábrica de chocolate Wonka.


Assim como as novinhas, existe também as #friendzone né? Então, aqui temos um projeto de Hazel Grace, a Emma Decody. Gente, mais trouxa que ela não existe. Ela é o tipo de pessoa que corre, corre atrás mas não consegue alcançar o caminhão de pau de arara.




Fora também o detetive Shelby, que é o maior falsiano. Não vou dar spoilers. 


Para mim, o que se destacou foram os personagens. A história em si não foi executada bem. Muitas coisas ficaram em aberto na primeira temporada. Como por exemplo, o caso das Chinesas que eram escravas sexuais. Isso foi um dos pontos-chave da série mas foi pouquíssimo desenvolvido. Porém, se a história mudasse completamente, e os personagens continuassem da mesma maneira, a série continuaria sendo interessante, pois o que realmente entretém são os personagens, eles são a graça de toda a série.



Bates Motel é uma série muito boa, minha favorita até agora, vale a pena conferir. Vou partir pra S2. Espero que as várias pontas soltas sejam costuradas!