sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Artefatos Selvagens (Wild Artefacts)

Perdi muito tempo procurando esses benditos artefatos, fora os fragmentos, já tenho quase 80 horas de jogo e ainda não achei todos. Acredito que amanhã eu consiga platinar o jogo, mas voltando para o foco, eis aqui a lista e a localização de todos os 10 artefatos do game:

  1. Bresha Ruins 005 AF: Esse é moleza, é só prosseguir na história, falar com o guarda perto da Chocolina, e usar a habilidade "Moogle Hunt"
  2. Sunleth Waterscape 300 AF: Esse basta só jogar o Mog quando estiver andando em cima do animal
  3. Oerba 200 AF: Meu último artefato, está em Village Proper, numa telha, que mais parece uma asa, ao norte da árvore grande, é só jogar o Mog lá!
  4. Serendipity: Mais um fácil, é só conseguir 10 mil moedas de cassino, ou se você tiver a "Fragment Skill" "Bargain Hunter", você pode comprar o artefato por 7500 moedas
  5. The Archylte Steppe ???: No final do mapa, na parte da Clearwater Marshes, se você ajustar a câmera, poderá ver uma plataforma, jogue Mog para conseguir obter o Wild Artefact
  6. Bresha Ruins 300 AF: Obtida a partir da quest Iridium Ring, na parte do cemitério, você vai ver uma espécie de "sombra" vermelha, use a "Moogle Hunt", assim o homem aparecerá para dar a quest
  7. Yaschas Massif 100 AF: Complete todas as quests das bolas vermelhas, até que uma distorção apareça no chão perto daquele Proto Fal'Cie, depois de resolver a anomalia (Hands of time, odeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeio essa anomaila, o melhor, odeio todos os tipos de anomalia, mas a hands of time é a mais chata), você receberá o artefato
  8. Augusta Tower 200 AF: Está no norte do anel do meio do andar 50
  9. Academia 4XX AF: Vá para o portal perto da Chocolina (O que usa artefatos selvagens), vá para o leste da Chocolina e pegue a "escada rolante" azul, pegue a esquerda no beco (a música cai mudar),  vá reto até poder ir para a esquerda, você vai achar ele perto de uma porta
  10. A Dying World 700 AF: Depois de liberar essa localização no Historia Crux, vá aonde está o monumento, lugar em que Yeul morre, e na hora do Live Trigger, escolha a opção: "I can do this", e então, você ganhará o artefato

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Final Fantasy XIII-2, oh Final Fantasy XIII-2!


Depois de passar "tanto" tempo jogando XIII-2, tirei minhas próprias conclusões, XIII-2 não foi só para "melhorar" / "ofuscar" seu antecessor, a história do game conversa muito bem com a história de XIII e também com a Fabula Nova Crystallis, mesmo sabendo da criatividade do time da SQEX, não é possível que um game com um ano e meio de produção tenha uma história tão bem bolada assim, mas então, no começo, XIII-2 foi uma decepção para mim, esperava jogar com a Lightning pela maior parte do jogo, trocar paradigmas a cada 5 minutos, e pensar em uma estratégia para enfrentar um boss difícil.



Afinal de contas, a SQEX nos dava a entender que era isso que aconteceria; "...Trará os fans antigos...", "...será melhor que XIII...", e ainda mais, o investimento pesado em marketing com a Lightning, o que parecia que ela séria "jogável", e bem "mais participante" na história, porém, a realidade foi bem diferente. Com certeza o game sofreu uma falta de personagens carismáticos, Lightning foi substituída por Serah, uma mulher sem personalidade que grita com pudins. A prova que Serah não tem personalidade, e que a maioria das "Live Triggers" eram para definir as ações dela, o que tornava maiores os meus suspiros maiores quando via a party de XIII ( menos o Hope, que a gente vê de 5 em 5 minutos).

A falta de Lightning foi ofuscada pela determinação de Caius e a história de Noel. A captura de monstros também ofuscou a falta de personagens jogáveis, ela é divertida e viciante, quem não gostaria de "upar" o seu Odin ou o seu Gilgamesh?
Final Fantasy XIII-2 realmente supera seu antecessor em termos de elementos de RPG, há dezenas de quests, as batalhas voltaram a dar Gil e etc..., porém o jogo tornou-se muito facil, mesmo na dificuldade "normal" os bosses finais podiam ser derrotados em no máximo 5 minutos, e em alguns momentos a história se tornava repetitiva, a quase todo o tempo você escuta a palavar "paradoxo", é paradoxo pra cá, paradoxo pra lá! Mas independente disso a história continua sendo boa, não tão tocante como a do seu antecessor mas é boa, e não poderia terminar sem falar do final, que faz o game parecer incompleto, ninguém merece pagar um jogo, cujo final é um "continua", e ainda ter que pagar por complementos da história e bosses que deveriam já vir no disco.
Apesar dos prós e dos muitos contras, continuo me divertindo com este jRPG, e vou passar a postar dicas para os internautas de plantão. Agora é só esperar a Lightning retornar para nos dar um final dígno a todos os personagens da trilogia.


quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Minha história com Final Fantasy XIII


Era uma vez, um garotinho, ingênuo, que tinha seu Xbox desbloqueado (infelizmente). Certo dia, foi com sua mãe e seu pai numa galeria onde vendia jogos alternativos, era início de 2011, e as lojas tinham comerciais, até mesmo, a edição especial de Final Fantasy XIII do Xbox nelas, quase tudo era sobre Final Fantasy XIII. Minha mãe, vendo a abertura com créditos de XIII, viu uma espécie de dragão que parecia um daqueles bichos voadores do filme "Avatar", e logo disparou: Filho, olha o jogo do Avatar! Pronto! Corri para loja para comprar, eu era fã incubado de Avatar, e quando perguntei sobre o jogo para o vendedor, ele disse: Esse jogo só serve pra inteligentes! Então resolvi não comprar, fui para casa.



Depois de alguns meses, decidi ir em uma outra galeria (só que maior) para comprar jogos, e quando chego lá quem eu encontro? Sim o Final Fantasy XIII! Avisei minha mãe que aquele era o jogo no qual eu queria comprar mas o vendedor disse que era "só para inteligentes". Quando fui comprar o jogo lembrei que na loja que eu comprei o meu Xbox, lá tinha o jogo (original), mas os jogos que tinham vindo com o console estavam ruins, então pensei que era problema do videogame e voltei na loja, e meti na cabeça que eu ia fazer o homem testar o FFXIII no Xbox, chegando na loja, o homem me iludiu, falando que não daria porque estava lacrado, e que um FFXIII "alternativo" teria por volta de 5 discos, e seria mais caro.Mas na verdade não eram 5 discos, mas sim 3, mas era mais caro.


Pronto, cheguei em casa, feliz e contente que tinha ganhado o jogo, testei os dois primeiros discos, tudo ok, mas quando cheguei no terceiro, ele não funcionava, triste e cabisbaixo fiquei, mas depois me conformei com a ideia que mais tarde compraria um novo. Viciei no jogo, já achava que era o melhor jogo da minha vida, e minha mãe já tinha se arrependido de querer comprá-lo, pois eu já não queria fazer mais nada a não ser jogar. Depois de muitas jogatinas, cheguei ao final do segundo disco, a última batalha dele era contra Barthandelus, confesso que sentia até medo dele mas conseguia dormir bem, mas após muitas tentativas contra ele, venci, ví a cutscene, e minha Cocoo... opa, meu mundo caiu, pois bem no meio da tela aparecia escrito: "Please insert disc 3"!



Depois disso, comecei a procurar por algum lugar que só vendesse o terceiro disco, mas ninguém vendia assim, e então tive que comprar lá na galeria, onde o vendedor falou que o jogo era só para inteligentes. Comprei o jogo, mas para minha surpresa, deixei cola cair no disco, e o estragou para minha infelicidade. Lá vai eu mais uma vez procurar pelo jogo, e comprei no primeiro lugar que ví pela frente, e finalmente o disco 3 estava apto para o uso! Avançava a história com uma felicidade que só, mas foi outra que durou pouco. Eu costumava a usar meu Xbox na vertical, e depois de quase uma semana que tinha comprado o jogo, deixei-o cair da leitora do meu console, o que fez com que o disco abrisse ao meio. 
Enfurecido, inconsolado, chorava piedosamente, e com lágrimas nos olhos entrei no site da promoinfo e ví o valor do jogo original, 100 reais, e fui como um relâmpago pedir para que os meus pais me comprassem o game como presente do "dias das crianças", pois já estávamos em Outubro.
Ganhei o jogo, e comecei a fazer árias loucuras, e perdi a minha estratégia, e passei a procurar ajuda na internet, e logo encontrei um blog, cuja dona era apaixonada pelo jogo, e logo me tornei fã do blog, pois sempre lia nele sobre os rumores de FFXIII-2. FXIII-2 estava prestes a ser lançado, o prometido que seria melhor que o antecessor e traria a simpatia de antigos fãs à série XIII, era um hype imenso, e eu também estava hypeado! Comecei a ver spoilers, ví até o final do jogo, e me decepcionei, eu acreditava FFXIII-2 iria ser o melhor jogo de todos, me recusava a acreditar que aquilo seria o final do jogo, mas não perdia a fé que a Lightning (eu sou muiiiiiiiito fã dela, todos os meus amigos próximos já conheciam ela e sabiam a história dos jogos de tanto eu falar) teria um final feliz. 


Decepcionada também estava a escritora do meu ex-blog favorito, mas mesmo assim postava sobre os rumores de XIII-3, mas para nos consolar a SE nos enviou um DLC, em que você controla Lightning, e explica uns furos na história, convencido que mesmo com a decepção iria comprar o jogo, resolvi juntar dinheiro e comprar um PS3 para poder comprar as DLCs (comprei ambos em Novembro de 2013), e os rumores de XIII-3 borbulhavam mais e mais, até que chegou um dia que a SE disse que ia anunciar um jogo para finalizar a trilogia, foi num Sábado de madrugada que fizeram o anúncio, dormi antes de ver a transmissão, acordei de manhã entrei no blog e a escritora estava revoltada ( por bobeiras sobre o jogo), e vi que foi anunciado o último jogo da trilogia da Lightning, o "Lightning Returns: Final Fantasy XIII".
   Confesso que no início não simpatizei com o nome do jogo, esperava que fosse Final Fantasy XIII-3, e o que me motivava também para acreditar nisto, é que perto do lançamento de XIII-2 na Améria, a SE registrou o domínio finalfantasyxiii3. Estamos à 2 meses do lançamento deste jogo aqui no Oriente, eu estou me segurando para não ver spoiler, mas como ninguém é de ferro, ví apenas um, e já sei quem será o último boss, mas já era de se esperar da Lightning que fosse ele. Será triste esse adeus, pois me apeguei aos personagens, desde minha pré-adolescência, sei que será difícil segurar as lágrimas quando estiver vendo a ending, mas isso é a vida, agora é só seguir em frente, depois de LR esperar por XV, o tão adorado Versus XIII, mas eu nunca esquecerei dessa galera!